Boa Saúde Através do Yoga (parte 2) 

You are currently viewing Boa Saúde Através do Yoga (parte 2) 

Por B.k.S Iyengar.

Trecho do Yoga Rahasya volume C. Tradução livre de Maurício Frighetto.

Para refletir sobre saúde e doença é preciso conhecer o que está em nossa posse – o corpo, que é a janela da mente. É um dos melhores instrumentos e um dos aparelhos mais complexos. Mesmo que o corpo se machuque, ele tenta reparar o dano por si mesmo. A prática de Yoga acelera esse processo e ajuda a recuperar a boa saúde.

Nós temos a noção de que nosso corpo tem cerca de 300 articulações, 700 músculos maiores, centenas e centenas de menores e centenas de trilhões de células que se juntam para formar um sistema orgânico? Os pulmões, que fornecem oxigênio ao sangue, se abertos e espalhados são tão grandes como uma quadra de tênis. O coração, o eixo do sistema circulatório, é um músculo extremamente robusto, operando continuamente como uma bomba automática, bombeando sangue a uma taxa de 150 ml por batida, alcançando vasos que correm por cerca de 60 mil a 70 mil milhas. Ele também mantém e ajusta a frequência das batidas de acordo com a demanda da ocasião. 

Órgãos como fígado, baço, pâncreas e rins ajudam na produção de sangue, e as glândulas linfáticas agem como um sistema de drenagem.

O órgão mais importante, o cérebro, é formado por 10 bilhões de células que necessitam de 25% do total de oxigênio fornecido pelo sangue. Isso é suficiente para provar o valor de Sirsasana e Sarvangasana! Os nervos, se conectados e esticados como um fio, chegam a quase 9.600 km. É uma rede de trabalho completa de nervos e fibras com a energia viajando a uma taxa de 330 km por hora.     

O sistema nervoso tem três partes – o periférico, o autônomo e o central. Os nervos periféricos ganham impulsos dos sentidos de percepção; o sistema autônomo, da mente; e o sistema central, da inteligência. A pele transmite impulsos sensoriais e os dos músculos têm o poder de resistência.  

Os Vedas dizem: “Sariramadhyam khalu dharama sadhanan”. Isto é: “O corpo é o primeiro e o principal instrumento para realizar o dharma, a ciência do dever”. 

A Ayurveda declara: “Dharma artha kama moksanamamgyam mulaluttamam”, que significa “A saúde é a chave para a ciência do dever; para ganhar riqueza, para aproveitar a vida; e também para a emancipação. Os Upanishads proclamam: “Nayamatma balahinena labhyo” – “A realização pessoal não pode ser alcançada por aqueles que são fracos e não têm força ou vitalidade.”

Essas palavras dos nossos sábios deixam muito claro que Saúde é Riqueza. Conquista-se  riqueza somente com boa saúde. Isso induz a fazer boas ações e, ao mesmo tempo, a ficar livre de sofrimentos e dor. 

Este Deus designado corpo é ajudado pelos movimentos do Yoga e pelas posturas, que geram saúde nos sistemas muscular-esquelético, cárdio-pulmonar, respiratório, circulatório, glandular, digestivo, urino-genital e excretor.   

A palavra Yoga vem do verbo yuj, que significa unir, ligar, associar, disciplinar, assistir e unir corpo e a mente com a alma. 

Samyoga yoga ityukto jeevatma paramatmanah”, que quer dizer “a união da alma individual com o Supremo ou Deus”. 

O senhor Krishna diz: “Yogah karmasu kausalam”, que quer dizer “Habilidade em ação é yoga”; enquanto que Patanjali diz: “Yogascitta vritti nirodhah”. Isto é: “controlar os movimentos da consciência é Yoga”. 

 

Leia os outros trechos

Boa Saúde Através do Yoga

Boa Saúde Através do Yoga (parte 3)