You are currently viewing As origens do Yoga (parte 1)

As origens do Yoga (parte 1)

Por Geeta S. Iyengar

Trecho do Yoga Rahasya. Tradução livre de Maurício Frighetto

Yoga surgiu junto com o mundo, desde tempos imemoriais. O selvagem e o sábio existem juntos nesta terra desde o começo. Estas duas entidades, selvageria e civilização, como duas pontas da mesma corda, permanecem o oposto de cada uma, assim como o dia e a noite que não podem ver um ao outro. 

Como Deus existe eternamente, o mesmo ocorre com o yoga. Yoga não foi criado, mas sempre esteve aqui e permanecerá para sempre. É para os seres humanos progredirem do estado selvagem ao civilizado.   

O proponente do yoga

De acordo com o tratado Yoga-Yajnavalkya, Hiranyagarbha (o feto dourado ou útero universal) foi o proponente original do yoga. Hiranyagarbha é ninguém menos que Narayana, o Criador. Os Upanishads dizem que o feto dourado abriu, e o mundo surgiu com todos os seus pertences. 

Hiranyagarbha não é nada além de Brahma, o criador, embora os estudiosos diferem em suas opiniões. De acordo com alguns, Hiranyagarbha foi um rishi anterior a Patanjali. Alguns dizem que Kapila, que originou samkhya, era reconhecido por este nome. 

A essência dos Vedas foi destilada por grandes rishis (videntes). Essa doutrina era conhecida como darshanas. As seis darshanas (seis escolas do pensamento) foram apresentadas para nós por seis rishis: samkhya por Kapila; yoga por Patanjali; nyaya por Gautama; vaisesika por Kanada; Purva mimamsa por Jaimani; e uttara mimamsa por Badarayana. 

Entretanto, a filosofia e o método do yoga podem ser traçados em todos os quatro Vedas, chamados Rigveda, Samaveda, Yajurveda e Artharvaveda. Além dos Vedas, os Upanishads, como Svetasvatara, Garbha, Brihadaranyaka, Maitrayani e Kathaka, assim como Ahirbudhna Samhita, garantiram um espaço único ao yoga como o único caminho que leva em direção à realização. 

Além desses principais Upanishads, há muitos outros, como Yoga cudamani, Varaha, Yoga Kundalini e outros que discorreram sobre o método do yoga. Assim como os raios do sol se espalham por tudo e viajam a grande distância, os raios do yoga de Hiranyagarbha se espalharam através dos Vedas, Upanishads e Puranas.

Panchasikacarya, autor do Panchasika sutra, e Isvarakrisha, autor do Samkhya Karika mencionaram que Kapila rishi concedeu o conhecimento do yoga para Asuri – de quem eles receberam. Todos esses acharyas foram predecessores de Patanjali. Embora Patanjali não seja o originador do Yoga, recebeu o crédito porque coletou e codificou o assunto em forma de aforismos e preservou a essência do yoga espalhado nos Vedas e Upanishads. Há um provérbio que diz não ser possível traçar a fonte (família, linhagem e ancestralidade) de um rishi e de um rio. O conhecimento que nós recebemos do rishi e a água que nós recebemos do rio são o que importa. Nenhum desses grandes videntes ou personalidades deram nenhum background de suas origens. A biografia de Patanjali está disponível, entretanto, no “Patanjali-caritam”.  

Confira os outros trechos:

As origens do Yoga (parte 2)

As origens do Yoga (parte 3)