História: A lição de um velho sábio

You are currently viewing História: A lição de um velho sábio

Um jovem buscador foi visitar um velho sábio que vivia no alto de uma montanha e contou-lhe sobre suas dúvidas e questões sobre a vida, mas principalmente a respeito do amor.

O sábio calmamente escutando-o, olhou direto para os seus olhos e disse-lhe apenas uma palavra:

— Ame. Calando-se imediatamente.

O rapaz, insatisfeito com a resposta, disse:

— Mas, ainda tenho as dúvidas…

— Ame! – Disse-lhe novamente o sábio.

Diante do desconserto do jovem, e após um breve silêncio, disse-lhe o seguinte:

— Meu filho, amar é uma decisão, não um sentimento. Amar é dedicação e entrega; amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor! O amor é um exercício de jardinagem! Arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverá pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame. Ou seja, aceite, valorize, respeite, dê afeto, ternura, admire e compreenda. Simplesmente ame! Sabes porquê?

Porque a inteligência, sem amor, te faz perverso.

A justiça, sem amor, te faz implacável.

A diplomacia, sem amor, te faz hipócrita.

O êxito, sem amor, te faz arrogante.

A riqueza, sem amor, te faz avarento.

A docilidade, sem amor, te faz servil.

A pobreza, sem amor, te faz orgulhoso.

A beleza, sem amor, te faz ridículo.

A autoridade, sem amor, te faz tirano.

O trabalho, sem amor, te faz escravo.

A simplicidade, sem amor, te deprecia.

A vida, sem amor, não tem sentido.

Apenas…. Ame!

O sábio fechou os seus olhos e entrou em um profundo silêncio. Tocado pelos ensinamentos do ancião, o jovem foi cuidar do seu jardim!